Sunday, March 12, 2017

Madrugada dos mortos

- Zack Snyder refilmou o clássico de George Romero!
- Jamais pensei.
- Como assim, jamais pensou?
- Justo você.
- Justo eu, o quê?
- Querer defender filme de zumbi. Não faz sentido.
- Esse papo que não faz sentido. "De gustibus et coloribus non est disputandum."
- Gosto se discute, sim. Reconheça: filme de zumbi não acrescenta nada à humanidade.
- Se acrescenta ou não, sei lá. O fato é que é divertido pra caramba.
- É divertido ver humanos destripados, entranhas à mostra, canibalismo?
- Seres humanos lutando pela sobrevivência. É didático.
- É patético.
- É orgânico.
- É ridículo.
- É metafórico.
- É ignóbil.
- É visceral.
- Só Freud explica essa sua obsessão por vísceras.
- Falando em Freud, você deve ter tido algum trauma para não gostar.
- Isso é golpe baixo.
- Sei lá, algum medo que não superou.
- Tá me chamando de medroso?
- Não ponha palavras na minha boca.
- Só tripas.
- Só estou sugerindo que talvez esse medo pudesse ser enfrentado.
- Nada me atrai nesse universo ficcional, pode respeitar?
- Posso, sim. Só se você começar a respeitar os zumbizófilos.
- Respeito, mas não entendo. Justo você.
- Sabe qual é o seu problema com os zumbis? Você é muito pé no chão. Matter-of-fact.
- E você tem imaginação fértil demais.
- Faço um desafio. Dê uma chance aos zumbis. Assista ao filme Madrugada dos mortos.
- Não gosto de filme antigo.
- Não é tão antigo. É de 2004. Refilmagem do clássico de 1978 feito por George Romero.
- Esquece. No chance. Não gosto de diretores obscuros.
- Zack Snyder estreou com este filme. Depois fez 300, Watchmen, Lenda dos guardiões, Sucker Punch, Homem de aço, Batman vs Superman. E vai dirigir agora Liga da justiça.
- Acho que nem vou pedir outro chope. Esta conversa não vai a lugar nenhum.
- Já foi.
- Como assim? E a resenha de Madrugada dos mortos?
- Está pronta.
- Vai dizer que este diálogo forjado substitui a resenha sobre essa refilmagem estapafúrdia?
- Estapafúrdia, não. Estupenda.




No comments: